blaze

Brasileiro vencedor de etapa do Mundial diz que não sente pressão e se diverte surfando

  • Por André Ranieri/blaze
  • 14/03/2015 12h18
Reprodução/InstagramVencedor em Gold Coast

Primeiro brasileiro campeão mundial de surfe no ano passado, Gabriel Medina tinha todas as atenções para si na primeira etapa da temporada 2015 do Mundial. Entretanto, quem roubou a cena foi outro paulista: Filipe Toledo, o Filipinho, de apenas 19 anos, venceu em Gold Coast nesta sexta-feira (13) e surpreendeu o mundo do esporte. À Rádio blaze, o surfista falou sobre seu momento e sobre a atual geração de brasileiros a se destacar nas ondas.

“Não é difícil administrar a pressão, eu até gosto. Todo mundo fala e tal, por ser o mais novo, mas eu não sinto pressão de nada. Eu estou lá, estou me divertindo, fazendo o que eu amo. E acho que nós, brasileiros, temos um futuro brilhantes pela frente”, declarou Filipinho, que hoje mora na California mas aprendeu a surfar em Ubatuba, sua cidade natal.

Mas ele e Medina não são os únicos brasileiros a fazer sucesso nas praias pelo mundo. Os dois fazem parte de uma geração promissora que inclui Adriano de Souza e Miguel Pupo (que estiveram entre os quatro primeiros da etapa), além de Jadson André, Ítalo Ferreira e Wiggolly Dantas. Esse grupo de jovens surfistas conterrâneos já tem até um nome: Brazilian Storm, que significa “Tempestade Brasileira”.

“Depois do título do Gabriel (Medina) no ano passado muita coisa mudou para a gente. Foi uma motivação, nos instigou para dar o nosso máximo, e sabemos que temos potencial para chegar lá. E foi o que aconteceu, chegamos em peso neste campeonato. Acho que a tempestade veio pra ficar”, analisou. A próxima etapa do Mundial será disputada entre 1º e 12 de abril em Bells Beach, na Austrália.

Ouça a entrevista com Filipe Toledo no áudio acima.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.
blaze Mapa do site