blaze

Filipinho e Mineirinho se recuperam na repescagem e seguem na briga pelo título

  • Por blaze
  • 11/12/2015 18h50
Reprodução/TwitterDiante de um jovem de 17 anos

Se a primeira fase da etapa de Pipeline não foi boa para dois dos brasileiros que brigam pelo título do Mundial de Surfe, a repescagem trouxe momentos melhores para ambos. Filipe Toledo e Adriano de Souza, o Mineirinho, passaram na repescagem nesta sexta-feira (11), se classificaram para a terceira fase e se mantêm com chances de vencer a temporada.

Filipinho, vice-líder do Mundial, foi o primeiro a entrar nas águas do Havaí, e justamente contra um surfista da casa. A bateria, disputada contra Bruce Irons, foi complicada devido à força do mar em uma região de muitos corais. Por isso, quando o brasileiro conseguiu um tubo de nota 7, ficou bem perto da vitória.

Pouco depois, Filipe pegou um novo tubo e superou a manobra anterior, conseguindo uma nota 7,23. Com isso, ficou com 14.23 pontos, bem à frente de Irons, campeão mundial em 2001, que terminou com 5,07.

Já Adriano de Souza enfrentou um adversário bem menos experiente: Jack Robinson, de apenas 16 anos, promessa do surfe australiano. A experiência do brasileiro de 28 anos fez a diferença para a conquista da vitória.

Contudo, ela não veio de maneira fácil. A sete minutos do fim, Robinson fez um Backdoor para conseguir um 7,33 e assumir a liderança da bateria. Mineirinho reagiu com uma manobra que lhe valeu 8,27 pontos, somando 13,10. O adversário ainda reagiu e chegou bem perto, terminando a disputa com 12,50.

Com os triunfos, os dois brasileiros seguem na competição, assim como Gabriel Medina e Mick Fanning, que também lutam pelo título.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.
blaze Mapa do site