blaze

Assembleia da Califórnia aprova lei que obriga redes sociais a pagarem por uso de conteúdo jornalístico

Projeto foi aprovado nesta quinta-feira, 1º, e seguirá para análise no senado estadual; proposta prevê que 70% da verba obtida seja destinada aos jornalistas

  • Por blaze
  • 02/06/2023 15h48
REUTERS/Mike Blake/File PhotoPrédio do GoogleEmpresas como Google, Facebook e Microsoft deverão pagar pela utilização dos conteúdos

AAssembleia da Califórnia aprovou um projeto de lei que obriga redes sociais a pagarem para poderem utilizar conteúdo jornalístico em suas plataformas. A proposta foi aprovada nesta quinta-feira, 1, pelo placar de 46 e 6 e agora será encaminhada para análise no Senadoestadual. O “The California Journalism Preservation Act” (“Ato de preservação do jornalismo na Califórnia”, em tradução livre) prevê que empresas como Google,FacebookeMicrosoftdeverão repassar uma porcentagem de suas receitas de publicidade para poderem acessar conteúdos jornalísticos digitais. O acesso inclui a aquisição, o rastreamento e a indexação do conteúdo pelas plataformas. O projeto prevê ainda que 70% da verba obtida pelas mudanças seja destinado para os jornalistas. A News/Media Alliance, organização que representa mais de 2 mil veículos de jornalismo nos EUA, comemorou a decisão da Assembleia. “Estamos extremamente encorajados a ver esse progresso em nível estadual, o que mostra que os americanos entendem a importância e o valor do jornalismo para manter suas comunidades seguras e informadas, e responsabilizar os que estão no poder”, disse Danielle Coffey, presidente da organização.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.
blaze Mapa do site